Estudantes de Arquitetura e Urbanismo realizam visita à Cidade histórica de Ouro Preto

2 minutos para ler

Em uma iniciativa que reforça a prática e análise de campo no processo de formação acadêmica, alunos do segundo, quarto e sexto período do curso de Arquitetura e Urbanismo UNIFACIG embarcaram em uma visita a Ouro Preto, um dos mais importantes patrimônios culturais do Brasil.

Sob a orientação do professor de História da Arquitetura Brasileira, Arthur Zanuti Franklin e Fernanda Cota Trindade, Coordenadora de Arquitetura e Urbanismo, os estudantes tiveram oportunidade de observar e discutir criticamente aspectos da arquitetura, urbanismo e arte presentes na cidade.

O roteiro, cuidadosamente planejado, permitiu uma imersão na cultura e na história de Ouro Preto:

A jornada começou pelo Parque Linear Conto dos Hortos, onde a integração entre urbanismo e natureza pôde ser contemplada. Depois disso, o grupo seguiu para a igreja Nossa Senhora do Pilar, com sua arquitetura barroca e seus detalhes em ouro.


Na Praça Tiradentes, coração da cidade, foi o cenário para o almoço, seguido de uma visita ao Museu da Inconfidência, enriquecendo ainda mais o entendimento sobre a história brasileira.
A próxima parada foi na igreja Nossa Senhora do Carmo e no Museu do Oratório, onde os alunos puderam apreciar a rica história religiosa e artística da região.


Após isso, dirigiram-se a igreja São Francisco de Assis, obra de Aleijadinho e uma pausa na tradicional feirinha, onde os estudantes tiveram contato com o artesanato local.
Antes de finalizar a visita, o grupo se dirigiu ao Grande Hotel Ouro Preto, edificação projetada por Oscar Niemeyer que demonstra a modernidade e o contraste arquitetônico em meio à cidade histórica. Após, seguiram para a rodoviária.


Com novos conhecimentos e muitas recordações, o grupo deu início à viagem de volta, certamente com uma visão renovada sobre a importância da preservação e valorização do nosso patrimônio.
Essa visita não só fortalece o currículo dos estudantes como também acentua a importância da vivência prática em sua formação.

Posts relacionados

Deixe um comentário