Carreira

Como se tornar um cirurgião-dentista? Saiba mais sobre o curso de Odontologia

O curso de Odontologia é muito procurado por pessoas de todas as idades. Sendo uma profissão relacionada à área da saúde e que apresenta um grande prestígio, é comum que muitos estudantes queiram saber mais sobre a rotina de estudo, especialização e conhecimento de um cirurgião-dentista.

Abaixo, vamos mostrar um pouco mais sobre o que você precisa saber sobre o curso. Assuntos como: duração, grade curricular, aspectos gerais e sobre o mercado de trabalho serão abordados.

Pronto para saber mais a respeito? Continue lendo!

Como é o curso de Odontologia?

curso de Odontologia tem duração média de 5 anos e a sua habilitação é o bacharelado. São, ao todo, 4.000 horas e até o momento não existe nenhuma modalidade 100% online para completar os estudos na área.

De acordo com o MEC, toda a graduação é realizada de maneira presencial, podendo ou não ter matérias complementares à distância. Por essa razão, o estudante deve estar preparado para enfrentar a duração do curso e até mesmo organizar-se para dispor de todo esse tempo.

A grade curricular engloba conteúdos que envolvem a saúde bucal e os ossos da face. Os temas são abrangentes e apresentam uma grande profundidade durante todo o período de conclusão da graduação.

Em muitos cursos, há a utilização da metodologia ativa para que haja uma maior retenção de informações e de interatividade com os alunos.

Pós-curso

Após completar todos os anos de formação acadêmica, o profissional já está apto para atuar como clínico-geral odontológico. Podendo abrir o seu próprio consultório, atender pacientes e resolver casos de: fluorterapia, limpezas dentais, restaurações e outras funções relacionadas ao diagnóstico e à prevenção para maiores danos.

Caso o seu desejo seja dar foco em um atendimento específico, é necessário passar por cursos de especializações, as chamadas pós-graduações. Há diversas opções, mas não se preocupe, vamos abordar sobre isso mais adiante!

Quais são as características necessárias para se tornar um cirurgião-dentista de sucesso?

Se você costuma ler sobre os cursos acadêmicos e está em dúvida sobre qual caminho seguir, com certeza, já se deparou com a palavra “vocação”. Assim como qualquer área de atuação, a odontologia exige do futuro profissional uma dose de vocação, além de algumas habilidades naturais. Você sabe quais são?

Preparamos uma lista com algumas características principais. Descubra mais agora!

Humildade

Eis aqui uma competência imprescindível para se tornar um profissional de destaque e boa fama. No consultório, muitas vezes, vai se deparar com casos que não são exatamente a sua área de atuação. Nesses momentos, vale ter humildade e indicar colegas de profissão que você tem certeza que conseguirão resolver a situação.

Pensar no conforto dos seus pacientes e no melhor resultado é o caminho para ser um ótimo profissional. Nem sempre é possível atender a todas as demandas, portanto, a dica é: firme parcerias com os seus companheiros de profissão e encaminhe os seus pacientes quando necessário for.

Foco

Certamente, você já ouviu falar do ditado “não se dá o passo maior que a perna”, não é? No tópico acima abordamos um pouco sobre isso, mas vale ressaltar que: nenhum dentista atende a todos os casos de maneira eficiente e organizada.

É importante, ao longo do curso — especialmente durante as aulas práticas —, descobrir quais são as áreas específicas com as quais mais se identifica, tem melhor desempenho e deseja dar prioridade na rotina de atendimentos.

Conseguindo manter o foco e reparando nessas questões, quando for montar o seu consultório, já vai conseguir criar um recorte específico no ramo da odontologia e trabalhar com perfeição.

Coordenação motora

Falando em trabalhar com perfeição, muitas vezes, na área odontológica, a palavra da vez é precisão. Ficou surpreso? Pois é! Vale reconhecer que a boca é um local de trabalho razoavelmente pequeno.

Por isso, qualquer movimento errado pode ser desastroso, e por mais que o resultado não seja tão abaixo do esperado, a falta de coordenação motora repercute muito mal! Desse jeito a sua fama entre os pacientes se tornará ruim, ou seja: falta de precisão é sinônimo de trabalho não tão bem feito e, desse modo, de afastamento dos clientes.

Como é o mercado de trabalho?

O mercado de trabalho para o cirurgião-dentista varia de acordo com a região e com a função exercida. Um dentista tem várias áreas de atuação, podendo trabalhar em: clínica geral, saúde pública, odontopediatria, odontologia do trabalho, entre outras.

De acordo com dados estatísticos, em todo o Brasil existem mais de 319 mil dentistas. Cerca de 90 mil desses profissionais estão no estado de São Paulo, o que pode ajudar a dar uma ideia de concorrência de mercado para várias localidades.

A média de ganho mensal inicial é de aproximadamente 2 mil reais e o teto salarial pode chegar a ultrapassar os 10 mil reais mensais.

Entretanto, não podemos esquecer que podem ser necessários cursos de aprimoramento e especialização para que o profissional se torne valorizado perante o mercado de trabalho.

Também devemos ressaltar que o curso de Odontologia é uma excelente alternativa para quem deseja empreender na área da saúde.

Outras áreas de atuação

Odontopediatria

Pediatria é uma palavra bem conhecida, assim não fica tão difícil descobrir qual é o recorte dessa área da odonto: atendimento odontológico especial para jovens. Se você gosta de crianças e de adolescentes e, é claro, tem paciência com eles, vale considerar essa especialização.

Periodontia

Essa atuação é bem específica: os dentistas que decidem trabalhar na área da periodontia atendem casos de cuidado com os tecidos que sustentam os dentes. Doenças como tártaro extremamente desenvolvido e outras que afetam diretamente o tecido sob os dentes são tratadas por esses dentistas.

Endodontia

Você conhece o “tratamento de canal”? Pois bem, os dentistas que estão aptos a fazer esse tratamento tão corriqueiro precisam passar por uma especialização chamada “endodontia”. Tais profissionais tratam os problemas que surgem na polpa do dente do paciente e, em casos de infecção, substituem a polpa por outro material.

O que é exigido do aluno?

Do aluno é exigida muita dedicação durante todo o curso. Assim como no estudo de Medicina, por exemplo, é imprescindível que o estudante tenha o domínio de todos os assuntos que são abordados em sala de aula.

Como a profissão é da área de saúde, é ressaltado o alto grau de responsabilidade que cada profissional carrega todos os dias. Erros realizados dentro do consultório são catastróficos para a carreira (e para a saúde do paciente/cliente) e é mandatório que cada dentista siga à risca o seu código de ética.

Em todo caso, tornar-se um cirurgião-dentista é gratificante e muito recompensador para aqueles que decidem enfrentar a jornada acadêmica. Tenha certeza que valerá a pena!

Gostou do conteúdo sobre o curso de Odontologia e está interessado em ingressar na universidade? Continue se informando sobre a vida acadêmica e tudo que a envolve, lendo o próximo post que explica as diferenças entre os tipos de faculdade!

You may also like
Projeto UNIFACIG em Comunidade
Alunos de Marketing do UNIFACIG Desenvolvem Plano de Comunicação Integrada para Lançamento de Empreendimento
Conheça 5 profissões para pessoas comunicativas e extrovertidas

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Nome*
Site