Carreira

Descubra quais as áreas da medicina que são mais rentáveis

Atualmente, existem no país mais de 50 especialidades médicas reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina. E uma das maiores curiosidades entre os vestibulandos que desejam formar-se médicos futuramente é saber quais são as áreas da Medicina mais rentáveis.

Se essa carreira enche os seus olhos, é importante familiarizar-se com os possíveis segmentos de atuação após o ciclo básico, de forma a contemplar vocação, perfil e salário. Afinal, você quer ser recompensado por tantos anos de estudo, não é mesmo? Ninguém trabalha apenas por prazer.

Deseja saber qual especialidade proporciona o melhor retorno financeiro? Então, fique conosco e descubra, a seguir, quais são os campos médicos mais bem pagos na atualidade!

Curso de Medicina

Antes de decidir em qual área atuar, primeiro você precisa saber como é o curso de Medicina — afinal, você só terá que se preocupar em escolher uma especialização nos últimos anos de curso.

Em média, a formação em Medicina dura 7 anos e ocorre em período integral. Os dois primeiros anos do curso são sobre os fundamentos básicos da Medicina: anatomia, fisiologia e patologia. Com o passar do tempo, o assunto tratado nas aulas fica cada vez mais complexo (como processos celulares e moleculares), e o aluno já começa a tomar um direcionamento sobre a área em que atuará.

É durante os últimos anos de curso que os alunos fazem o chamado internato, que nada mais é do que um estágio. É nesse momento que eles serão capazes de colocar em prática tudo o que aprenderam e atuar em algumas áreas da Medicina. No internato, o aluno pode oferecer atendimento em Unidades Básicas de Saúde (UBS), ambulatórios, prontos-socorros e hospitais.

Por fim, depois de passar pelo internato e concluir o curso, o aluno poderá, finalmente, especializar-se na área desejada. Para isso, ele precisará fazer mais dois anos de residência médica.

Mesmo depois de tantos anos de dedicação para se formar, um médico nunca deve deixar de estudar. Isso porque a Medicina é uma área que está em constante crescimento e atualização. Por exemplo: patologias novas surgem o tempo todo, a ciência está sempre criando novas formas de tratamento para doenças crônicas, os medicamentos também mudam com o passar do tempo.

Enfim, a Medicina de dez anos atrás não é a mesma de hoje. Por isso, é tão importante atualizar-se e continuar estudando mesmo depois de formado.

Agora, passaremos ao assunto que mais causa curiosidade nos vestibulandos: o salário. Todo mundo sabe que a Medicina é uma área com um bom retorno financeiro, mas poucas pessoas conhecem exatamente quanto ganha um médico. Confira agora um ranking com as áreas da Medicina com os melhores salários:

  • 1º – Cirurgião plástico: R$ 18.564;
  • 2º – Cirurgião: R$ 15.975;
  • 3º – Ortopedista: R$ 14.353;
  • 4º – Médico auditor sênior: R$ 9.909;
  • 5º – Anestesista: R$ 9.849;
  • 6º – Dermatologista: R$ 9.058;
  • 7º – Hematologista: R$ 9.025;
  • 8º – Mastologista: R$ 8.999;
  • 9º – Cancerologista (Oncologista): R$ 8.912;
  • 10º – Colonoscopista: R$ 8.820.

Se você quer entender um pouco mais sobre cada uma dessas áreas, então continue a leitura.

Cirurgia plástica

A Cirurgia Plástica é a área da Medicina que melhor remunera os profissionais. De acordo com a pesquisa realizada pela Catho, e divulgada pela revista Exame, a média salarial da carreira é de R$ 18.564,00.

O especialista na área reconstitui partes do corpo humano, tanto para finalidades estéticas quanto por razões que implicam na saúde e no bem-estar dos pacientes. No primeiro caso, os implantes mamários e a rinoplastia (remodelagem do nariz) são os serviços mais procurados por aqueles que desejam aperfeiçoar a sua aparência.

Nos procedimentos que envolvem fins terapêuticos, podemos destacar a correção de lesões causadas por queimaduras graves e a reconstituição em bebês que nascem com o lábio leporino.

Cirurgia geral

Os cirurgiões são os profissionais que realizam intervenções manuais ou instrumentais no corpo dos pacientes. O especialista tem a responsabilidade de diagnosticar e tratar as doenças que requerem procedimentos cirúrgicos para serem curadas.

Cirurgia Geral constitui o pré-requisito para as outras especialidades cirúrgicas, como tórax, vascular e pediátrica. Na abordagem inicial dessa formação, os médicos aprendem sobre a cirurgia abdominal e do trauma, além de procedimentos auxiliados por câmeras inseridas no abdômen do paciente.

Vale ressaltar que a remuneração média mensal de R$ 15.975 anima muitos recém-graduados a optarem por essa residência.

Ortopedia

Os ortopedistas se ocupam de todas as doenças do músculo, das articulações e dos ossos (sistema musculoesquelético). Após sofrerem lesões, os pacientes contam com esse especialista para se recuperarem do trauma e retomarem as suas atividades rotineiras, tais como caminhar ou praticar esportes. O ortopedista atende pacientes de todas as idades, desde crianças até idosos.

A Ortopedia é uma das áreas da Medicina mais abrangentes, permitindo que o residente escolha em que se especializar: pé, mão, joelho, quadril, ombro, cotovelo, tornozelo, microcirurgia, coluna ou traumatologia – que trata de situações mais agressivas e urgentes, como os acidentes graves. Para isso, após fazer a residência médica em Ortopedia, o profissional precisará cursar mais um ano de subespecialização para escolher qual das partes do sistema locomotor citadas acima se especializar.

O salário médio de R$ 14.353 é também muito atraente, não é mesmo?

Anestesiologia

O anestesista é responsável por conduzir o procedimento anestésico para promover a ausência ou o alívio de dores nos pacientes durante os processos cirúrgicos.

Além disso, o médico administra o organismo sob efeito da anestesia, de forma a mantê-lo estabilizado, com temperatura corporal, ritmo da respiração e dos batimentos cardíacos, pulso e pressão arterial regulares nas fases pré, intra e pós-operatória.

Essa é uma área excelente para se especializar, tendo em vista que ela cresce cada dia mais. O especialista em Anestesiologia também pode envolver-se em uma série de subespecialidades, como: dor aguda e crônica, cuidados paliativos e terapia intensiva.

O profissional recebe uma remuneração média de R$ 9.849. Essa especialidade também tem um alto índice de empregabilidade em todas as regiões do Brasil. Afinal, sua presença é indispensável para a segurança dos procedimentos cirúrgicos.

Hematologia

A Hematologia é a especialidade médica que tem como função o estudo do sangue e de suas doenças. Portanto, cabe ao profissional dessa área investigar e tratar distúrbios relacionados à medula, aos linfonodos, aos gânglios linfáticos e ao baço.

Em contrapartida, aos outros tipos de câncer que são tratados por um oncologista, nos canceres do sangue, como a leucemia e linfomas, é indispensável o acompanhamento do hematologista. Isso faz com que esse profissional tenha boas oportunidades de trabalho em hospitais, institutos de pesquisa e hemocentros.

O médico especialista pode ainda atuar no acompanhamento da quimioterapia, em transplantes de medula e transfusões de sangue. Cabe a ele também a prescrição de anticoagulantes e medicamentos para tratar certas doenças, como anemia e trombose. O salário faz jus à importância da profissão, podendo variar de R$ 6.901,71 a R$ 15.713,13 por mês.

Oncologia

O oncologista é o médico especializado no estudo e tratamento do câncer. Cabe a esse profissional, portanto, o acompanhamento do paciente diagnosticado com a doença, bem como a solicitação de exames e a prescrição da medicação adequada.

Dentro da Oncologia, existem ainda ramificações de outras especialidades que podem atuar na área, como: cirurgia, radiologia e pediatria, por exemplo. Apesar dessas várias possibilidades, estima-se que menos de 1% dos médicos formados optam por se tornarem oncologistas, o que torna o mercado de trabalho muito promissor.

Vale ressaltar, também, que essa é uma carreira que exige muito estudo, atualização constante e capacidade de lidar com pressões no trabalho. Por se tratar de uma doença grave e que pode ser incurável em alguns casos, o profissional deve ter equilíbrio emocional para lidar com os sentimentos do paciente e de seus familiares. Porém, não se preocupe! Todo esse esforço é compensado pelo salário de cerca de R$ 8.912,00 por mês.

Mastologia

A Mastologia é uma especialidade que vem ganhando bastante destaque dentro da área médica. Isso se deve, principalmente, em razão do aumento das campanhas preventivas do câncer de mama. Afinal, é função do especialista dessa área diagnosticar e tratar as doenças relacionadas às glândulas mamárias.

Por essa razão, podemos considerar o mastologista tão importante quanto o ginecologista para a saúde da mulher. Além disso, seu campo de atuação é bastante amplo, podendo trabalhar em hospitais, consultórios particulares, centros de prevenção e universidades.

Uma boa notícia para aqueles que pretendem escolher essa especialização: o Brasil não tem muitos médicos atuando nessa área. De acordo com a Sociedade Brasileira de Mastologia, o país tem cerca de 1.800 mastologistas que recebem uma remuneração que gira em torno de R$ 9.000,00 por mês. Sem dúvida, é uma excelente escolha!

Dermatologia

De acordo com o levantamento realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, um dermatologista ganha em torno de R$ 9.849 por mês. Sendo assim, essa é uma das especialidades mais bem pagas dentro da carreira médica!

Interessou-se? Então, saiba que, ao escolher essa especialização, você atuará na prevenção, no diagnóstico e tratamento de patologias relacionadas ao maior órgão do corpo humano (a pele) e seus apêndices: pelos, unhas, mucosas e cabelos. Além disso, esse profissional também é muito procurado para tratamentos estéticos, como aplicação de toxina botulínica e preenchimento labial.

O profissional que se especializa em dermatologia pode montar um consultório, trabalhar em clínicas públicas e, até mesmo, na indústria cosmética. Portanto, essa é uma área indicada para quem está disposto a contribuir com estudos e pesquisas para descobrir novos produtos e procedimentos que não agridem a pele.

Você acabou de conferir quais são as áreas da Medicina mais rentáveis. Além delas, existem muitas outras também com salários bastante atrativos, permitindo que o acadêmico escolha entre aquelas que combinam mais com o seu perfil. Certamente, a carreira médica é uma das mais promissoras e gratificantes. Afinal, contribuir para o bem-estar do próximo ou mesmo salvar vidas são ações que não têm preço!

Você está prestando vestibular? Está à procura de uma boa instituição com cursos de graduação e pós-graduação? Então, entre em contato conosco e conheça mais sobre a FACIG!

You may also like
Afinal, qual a diferença entre o arquiteto, designer de interiores e decorador?
Entenda a importância do estágio para o desenvolvimento profissional
Veja como é o dia a dia de um Enfermeiro

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Nome*
Site

Share This