Educação Permanente como foco de aprendizagem no Curso de Odontologia UNIFACIG

2 minutos para ler

Dentre as principais competências da nova resolução que norteia as diretrizes dos cursos de
Odontologia, a educação permanente é sempre destaque no UNIFACIG. E é através das ligas
acadêmicas que ela tem se materializado, de forma complementar. Muitas vezes os próprios
alunos buscam conhecimento em temas que possam completar a sua graduação. Neste
sentido, a Liga de Odontopediatria abriu o semestre com o tema: Ortopedia Facial e
Ortodontia interceptora. Um tema atual, que vem de encontro a uma grande necessidade
atual da população brasileira- fruto de hábitos nocivos como uso de chupeta prolongado,
crianças que chupam dedos, hábitos para-funcionais como roer unhas, pontas de cabelos,
objetos como canetas e lápis e também a o agravo da herança genética. Muitas crianças,
quando tratadas preventivamente na infância, diminuem consideravelmente grande parte das
anormalidades de oclusão. Anormalidades essas que na maioria das vezes exigem ortodontia
interceptiva. A convidada foi a Drª Fernanda Farage- odontopediatra e ortodontista de Juiz de
Fora. Estiveram presentes 143 alunos, além de colegas Cirurgiões Dentistas. A organização e
divulgação foi impecável, presidida pela aluna- presidente da liga Natália Vitor, aluna do quinto
período de Odontologia. O evento também contou com doações de brindes pelos
patrocinadores, que foram relevantes para a palestra.

Posts relacionados

Deixe um comentário