Resolvemos 4 dúvidas sobre iniciação científica

3 minutos para ler

Se você já entrou há muito tempo na graduação, ou mesmo se estiver começando agora a sua vida acadêmica, é bem provável que já tenha ouvido falar sobre a iniciação científica. No entanto, muitas pessoas não têm a menor ideia do que isso significa.

Você faz parte desse grupo? Não se preocupe! Ao longo do nosso bate-papo, vamos esclarecer as suas principais dúvidas sobre o tema e mostrar quais são as vantagens de colocar uma iniciação científica em seu currículo.

Então, continue a leitura e conheça mais detalhes sobre esse importante passo para a sua vida profissional!

1. O que é a iniciação científica?

Iniciação Científica (IC) é um modo de se aprofundar em um assunto da sua área, na forma de pesquisa. Como o nome já diz, é uma maneira de iniciar na pesquisa científica, para aprender as metodologias e os passos de como fazer uma investigação para descobrir determinado problema.

2. Quem pode participar de iniciações científicas?

Qualquer pessoa que tenha interesse em determinada área e que se interessa pela pesquisa acadêmica, contanto que esteja devidamente matriculada na graduação. Além disso, precisa de tempo disponível e foco para se dedicar ao programa, já que é uma parte muito importante do seu futuro acadêmico.

3. Quais as vantagens de ter uma iniciação científica no currículo?

A iniciação científica é uma ótima estratégia para complementar seu currículo, tornando-o ainda mais atraente para o mercado de trabalho. E outra boa notícia é que isso pode ajudar enquanto você ainda está na faculdade, com a conquista de bons estágios, ou após a obtenção do seu diploma.

No entanto, destaque para as melhores vagas não é tudo. Investir em uma iniciação científica também é útil para que você desenvolva novas habilidades, mesmo que o seu interesse não seja em seguir uma carreira acadêmica. Dessa forma, você chega com muito mais preparo e experiência ao mercado de trabalho.

Por fim, fazer uma iniciação ainda é uma excelente oportunidade de aumentar a sua rede de contatos em sua área de atuação e até mesmo para abrir portas para a conquista de programas de pós-graduação. Ou seja, só vantagens!

4. Como fazer parte desse tipo de projeto?

Fazer parte desse tipo de projeto é muito fácil. Basta você escolher um campo de pesquisa com o qual se identifique e buscar o apoio de um professor da área, que servirá como seu orientador ao longo de todo o processo.

A partir daí, é só se inscrever! Entre em contato com a secretaria da sua instituição de ensino e busque informações sobre a disponibilidade de vagas para IC. Os processos seletivos costumam acontecer várias vezes ao ano. Então, é recomendado ficar de olho!

Gostou de saber mais sobre a iniciação científica? Agora, você já sabe o que fazer para dar esse novo passo em sua vida acadêmica e profissional. Tenha em mente que essa é uma grande decisão para o seu futuro!

E que tal começar agora mesmo? Confira os detalhes do projeto de iniciação científica do UNIFACIG, tire as suas dúvidas e comece a participar!

Posts relacionados

Deixe um comentário