Por que fazer simulado para o Enem? Entenda!

4 minutos para ler

Fazer uma prova do nível do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) não é nada fácil. Esse é um vestibular bem complexo, que exige uma longa preparação dos candidatos. E se engana quem acha que ela envolve apenas manjar muito das matérias!

A verdade é que o Enem também é um teste de resistência física e psicológica. Por isso, você deve também preparar o seu corpo e a sua mente, seja por meio de técnicas como a terapia, seja com a prática de atividades físicas ou a realização de simulados.

Em nosso bate-papo, vamos falar sobre a última opção. Continue a leitura e confira as razões pelas quais investir em um simulado para o Enem é uma ótima pedida para a sua aprovação! 

O que é um simulado?

Simulado é, como o nome diz, algo que simula alguma coisa. Parece óbvio, mas, no caso das provas, isso consiste em fazer um exame que simula o dia da prova para valer.

Por exemplo: para o Enem, você pode pegar provas antigas ou, até mesmo, exames feitos nos moldes da prova original e, com isso, treinar os seus conhecimentos e fingir que está lá, fazendo tudo para valer. 

Esse tipo de técnica é válida para qualquer vestibular ou prova que você for fazer e é, sem dúvidas, uma das estratégias mais valiosas para a aprovação.

Por que fazer um simulado para o Enem?

Pode parecer besteira fazer uma prova parecida com a prova que você vai prestar. Afinal, é um processo muito cansativo e que gasta muitas horas do nosso dia. Será que realmente vale a pena? Não seria melhor ficar estudando teoria?

A teoria é muito importante e deve compor a maioria dos seus estudos. No entanto, você também precisa praticar e entender como a prova funciona. Os simulados são importantes para você:

  • entender como funcionam as questões;
  • descobrir o que a prova quer de você;
  • saber qual é a melhor ordem para resolver a prova;
  • aprender técnicas de resolução que combinem com o seu estilo;
  • aprender a gerenciar o tempo de prova;
  • ver quais são as matérias em que você tem mais dificuldade e, consequentemente, precisa estudar mais, entre outros.

Os simulados são bons até para ajustar o seu organismo para o dia da prova, preparando você para a longa jornada e ajudando no controle de dores e do cansaço. Além disso, são ótimas ferramentas de revisão do conteúdo. Ou seja: são só vantagens!

Como fazer bons simulados?

Um bom simulado é aquele que imita o máximo possível o dia da prova. Por isso:

  • deixe o celular de lado;
  • prepare lanchinhos que você levaria no dia;
  • faça a prova sem interrupção;
  • não se esqueça da redação;
  • não faça a prova na cama, mas, sim, sentado em uma cadeira, como será feito no dia;
  • de preferência, imprima a prova para ficar ainda mais parecida;
  • controle o seu tempo exatamente como será no dia do Enem.

Além disso, não se esqueça da frequência. Os simulados devem ser feitos ao longo de todo o ano, e não só antes da prova. Reserve um tempo para fazê-los a cada 15 dias ou, pelo menos, mensalmente. 

Gostou de saber mais sobre a importância do simulado para o Enem? Agora, não deixe de incluí-los em sua rotina de preparação para a prova. Assim, você ficará muito mais tranquilo e preparado para o grande dia!

Tem alguma dica extra ou ficou com dúvidas? Então, deixe um comentário logo a seguir. A gente responde o mais breve possível!!

Posts relacionados

Deixe um comentário