Quais são os principais tipos de estágio e como escolher um?

3 minutos para ler

O estágio é uma etapa fundamental na carreira profissional dos jovens que estão ingressando no mercado de trabalho. Durante o estágio, os estudantes podem colocar em prática tudo o que aprenderam na faculdade e, assim, adquirir mais experiência para o currículo. Praticamente todos os jovens desejam fazer estágio, no entanto, poucos se atentam aos diferentes tipos que existem.

A seguir, explicamos quais são os tipos de estágio existentes e mostramos as principais diferenças entre eles. Continue com a leitura e confira as nossas dicas para que você possa escolher o que mais se encaixa com as suas necessidades.

Estágio remunerado

Como o nome já sugere, nesse tipo de estágio, o estudante recebe algo em troca pelo serviço prestado à empresa. Muitas corporações usam o estágio remunerado como uma forma de recrutar e treinar jovens, para que, no futuro, se tornem colaboradores efetivados.

É obrigação das empresas oferecer uma bolsa-auxílio ou outra forma de contraprestação aos estagiários. Todos os benefícios devem ser descritos no contrato de trabalho, pois cada corporação opta por oferecer um tipo.

Estágio obrigatório ou curricular

Algumas graduações, como Medicina e Enfermagem, exigem que os estudantes façam o estágio supervisionado como um complemento para a formação. Em outras palavras, nesse caso, o estágio faz parte da grade curricular, e o aluno precisa realizá-lo para poder concluir o curso.

O estágio obrigatório pode, ou não, ser remunerado. Além disso, a carga horária geralmente é determinada pela instituição de ensino. Cada curso tem uma quantidade de horas exigida pelo MEC. Existem algumas atividades extracurriculares que podem ser realizadas para complementar a carga horária do estágio obrigatório.

Estágio não obrigatório ou voluntário

Também chamado de extracurricular, esse tipo de estágio funciona da mesma forma do obrigatório, ou seja, o estudante é supervisionado o tempo todo. A maior diferença é que ele é feito de forma voluntária e contabiliza créditos para a graduação.

Jovem aprendiz

Embora ambos tenham o mesmo objetivo, que é inserir os jovens no mercado de trabalho, existem algumas diferenças entre o estágio e o programa Jovem Aprendiz. Para realizar o estágio, o indivíduo deve estar matriculado em uma instituição de ensino que tenha graduação e exercer uma função compatível com o seu curso.

Já no Jovem Aprendiz, o indivíduo precisa ter entre 14 e 24 anos e estar matriculado em um programa de aprendizagem, o qual não exige que o estudante tenha o ensino superior. A empresa tem mais flexibilidade para escolher em qual cargo o estudante vai trabalhar, já que ele não precisa atuar em uma área específica.

Esses são os tipos de estágio que existem atualmente. Você deve estar se perguntando qual deles é o mais vantajoso. A verdade é que tudo depende das suas ambições. Você deseja fazer estágio para ser independente financeiramente ou para adquirir mais conhecimento? Pense nas suas prioridades e escolha a opção que mais se adequa à sua realidade.

Gostou das nossas dicas? Quer ler mais textos sobre graduação e mercado de trabalho? Então assine a nossa newsletter e receba periodicamente mais artigos como este.

Posts relacionados

Deixe um comentário